MAIS SEGURANÇA PARA AS TRABALHADORAS NAS MEDIAÇÕES DO TRENSURB.

O Coletivo Feminista Vânia de Araujo Machado(nucleo da MMM-Esteio) na pessoa de Janaina Santos e Regina Paz, entregou ao presidente da Estatal no dia 17/03 as 17 hs, junto com os  integrantes da comissão de Segurança, vereadores Harri zanoni (PSB) e Leonardo dahmer (PT), o documento com 200 assinaturas pedindo mais segurança na passarela e mediações da Estação. Ficou agendada uma reunião em Esteio  no dia 30/03 com a  Comissão de Segurança, Trensurb, Guarda Municipal, Coletivo Feminista,e Brigada militar.

Anúncios

ATIVIDADES NA SEMANA DO DIA INTERNACIONAL DE LUTAS DAS MULHERES

EXPOSIÇÃO DE FOTOS DA MMM

A partir do trabalho que está sendo executado pelo núcleo da Marcha Mundial das Mulheres em Esteio o Coletivo Feminista Vânia Araujo, que tem como objetivo lutar contra a violência, e buscar a transformação de uma cultura machista patriarcal através do movimento de mulheres, e com a certeza de que as mulheres são sujeitos ativos na luta pela transformação mostramos através de uma exposição de fotos itinerantes dos movimentos de mulheres de várias partes do mundo o papel da mulher como sujeito transformador, sendo as mulheres o Esteio do mundoA partir do trabalho que está sendo executado pelo núcleo da Marcha Mundial das Mulheres em Esteio o Coletivo Feminista Vânia Araujo, que tem como objetivo lutar contra a violência, e buscar a transformação de uma cultura machista patriarcal através do movimento de mulheres, e com a certeza de que as mulheres são sujeitos ativos na luta pela transformação queremos mostrar através de uma exposição de fotos dos movimentos de mulheres de várias partes do mundo o papel da mulher como sujeito transformador, sendo as mulheres o Esteio

Programação

Calendário da MMM

Agendas pelo interior:



Eldorado do Sul

19 de março – das 9:30 às 12h

I Seminário do Movimento de Mulheres em Ação

“Dia da Mulher pra quê?”

Local: CTG Porteira da Tradição – Rua Emancipação nº 1.000 – Eldorado do Sul

Caxias:

O coletivo de mulheres da UCS vai fazer uma semana de atividades culturais, debates após o 8 março; sindicatos também vão organizar atividades em parceria com a MMM. Nex vai confirmar mais ações.

o Participação da MMM no congresso da União Estadual dos Estudantes (UEE LIVRE)

Vacaria:

semana da mulher – de 12 a 20 de março – tema: a mulher, a família e o poder – dia 16, 20h – palestra com Monica Montana – local: ginásio da universidade de caxias do sul

Santa Cruz:

Dia 8- carnaval feminista em Santa Cruz

dia 15 de março Jornada Estudantil na UNISC – O coletivo de mulheres organizará uma plenária sobre feminismo e a camarada Alexandra- diretora de mulheres da UEE Livre estará na atividade.

Esteio:

Exposição de fotos itinerante da Marcha Mundial das Mulheres

Data:

14/03 as 17hs Comunidade Vila Nova (parceria Escola Prepara)

15/03 as 17hs Praça do Expedicionário

17/03 as 14hs Amostra do Filme da Marcha Mundial das Mulheres na camara de vereadores

debate sobre os conselhos de direitos da Mulher

(Claudia Prates- conselho nacional, Ana Rosa- Canoas e Suzana Nardi Conselho da Mulher -Esteio)

18/03 as 15hs Avenida do Carnaval

 

Em comemoração ao dia de luta das mulheres a Escola Prepara vai sortear no ultimo dia da programação um curso proficionalizante.

 

Em todas as atividades terá uma urna da Escola.

 

Uma Atividade organizada pelo Coletivo Feminista Vânia de Araujo Machado

Nucleo da Marcha Mundial das Mulheres-Esteio

 

Parceiros: Escola Prepara

Comunidade Luterana

UAME

Associação do Sto. Inácio

Jornal Eco

Jornal Destaque

Sindiplast

Origem do Dia Internacional da Mulher

Uma retrospectiva sobre as atuações feministas ocorridas a partir do século XIX para demonstrar que a criação do Dia Internacional da Mulher não foi motivada por um único fato determinado na história. “o 8 de março nos leva a compreender a luta das mulheres socialistas. Esse dia é resultado das mobilização das mulheres de esquerda. Ao longo dos anos, o sistema capitalista foi se apropriando da data como sendo um dia comercial, esquecendo a verdadeira origem dessa data.

 Atualmente a opressão contra as mulheres se dá por instrumentos diferenciados e cada vez mais violentos que provém do mesmo sistema capitalista patriarcal combatido, no passado, pelas MULHERES socialistas. Hoje temos complexos desafios, porém temos fortes movimentos de Mulheres  sito a ” Marcha Mundial das Mulheres” que luta pelo fim da opressão, pelo fim da violência, por um mundo com igualdade e principalmente  luta para que os movimentos tenham autonomia de expor suas bandeiras.  

Nese dia 08 de Março vamos fazer uma reflexão sobre essa data, e principalmente nunca deixando de erguer nossas bandeiras porque temos muito para avançar!!!!

Seguimos em Marcha até que todas sejamos livres!!!!!!!