CONVITE

O Coletivo Feminista Vânia Araujo,

Nucleo da Marcha Mundial das Mulheres em Esteio

 Convida

LANÇAMENTO DO FILME DA MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES (3º AÇÃO)

 OFICINA DE BATUCADA

 APRESENTAÇÃO DO PROJETO ECONOMIA SOLIDÁRIA FEMINISTA

 LEGALIZAÇÃO DO COLETIVO

 Data: 28/12/2010

 horário: 18hs

 Local: Epaço Arte e Vivência (Rua Soledade, 301 Esteio)

A quem interessa comparar feministas a nazistas?

Dentro de um movimento social, ou mesmo dentro de pequenos grupos sociais organizados, é possível encontrar grupos ou pessoas com características mais radicais. Na maioria das vezes o termo “radical”, no sentido filosófico, é usado para definir grupos que optam pelo uso de ações extremas, por exemplo, violência física ou verbal, para gerar transformações sociais. Porém, o termo “radicais” pode possuir infinitas interpretações. No caso do feminismo as pessoas gostam de definir como radicais as mulheres que queimam sutiãs em praça pública (você já viu alguma?), as que são incisivamente a favor da legalização do aborto, as que afirmam que o casamento é uma instituição social de aprisionamento da mulher e até as que defendem uma reforma de gênero na língua portuguesa. Porém, há pessoas que afirmam existir um tipo de feminista que quer a extinção dos homens e para compará-las aos nazistas deram-lhe a alcunha absurda de feminazi. mais: http://contramachismo.wordpress.com/2010/12/13/a-quem-interessa-comparar-feministas-a-nazistas/

Forum Itinerante das Mulheres em Defesa da Seguridade Social

FIPSS-   ACONTECEU NOS DIAS -1/12 e 02/12 em Brasília, paralelo a I Conferência Mndial sobre o Desenvolvimento de Sistemas Universais de Seguridade Social.

No Brasil, o direito universal á proteção social, tal qual estabelece a Costituição de 1988, conquista dos movimentos sociais, não é uma realidade para todas e todos no País. Milhões de trabalhadoras e trabalhadores seguem sem direito á previdência social, sobretudo mulheres e população negra, indígena, portadoras de deficiências e demais segmentos a classe trabalhadora hoje nos postos mais precários e informais. Os Movimentos de Mulheres do FIPSS estão em permanente mobilização , por todo o Basil, em defesa da proteção social ao trabalho das mulheres, da população negra e dos segmentos hoje inseridos nos setores mais precários do mundo do trabalho e totalmente submetidos a mais absoluta desproteção.

                   

 

ATIVISMO FEMINISTA

 

BANCA FEMINISTA

 

 

DIA 25 DE NOVEMBRO ( AÇÃO NA COMUNIDADE VILA NOVA)